domingo, 26 de dezembro de 2010

Um clip aos Domingos - Raimundos




Saudade do bom e velho Rock Brasileiro.
Nada de bandas com números, letras letras desconexas e nomes estranhos...rs

domingo, 19 de dezembro de 2010

Um clip aos Domingos - Iron Maiden



E o Rock in Rio voltará no ano de 2011!
Deixo a música acima como lembrança da última edição e um dos melhores shows que já fui!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Blogueando no Ouro de Tolo



Uma das facilidades que me encanta na internet é a possibilidade de se conhecer pessoas de diversos pontos do mundo e estabelecer uma relação de amizade, conhecer novos valores e a simples troca de ideias, idenpendente da profundidade do tema.

O Twitter preenche bem essa lacuna e posso dizer que fiz (e ainda continuo fazendo) grandes amigos através dele.

O Blog indicado de hoje é o Ouro de Tolo, do twitteiro e rubro-negro Pedro Migão (@pedromigao). Uma entrevista simples e direta com Milly Lacombe. Vale a pena ler e refletir sobre alguns dos assuntos levantados.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

País estranho


Realmente vivemos em uma país muito engraçado e peculiar. O país da galhofa, do jeitinho e de subversão dos valores. Qualquer atitude tomada dentro da ética, logo é apontada com um certo espanto.
Estava lendo um site de notícias uma reportagem e os comentários dos leitores a respeito do caso da paternidade assumida pelo Ronaldo Fenômeno (?!). Todos achando a atitude do jogador como sendo de uma grandeza ímpar, exaltando as suas qualidades como ser humano e coisa e tal. Tá certo quem nem todos teriam a mesma atitude (vide o exemplo de Pelé), mas daí passar a exaltar o caráter e alçá-lo imediatamente a uma condição de santo, vai um longo caminho.
Não conheço Ronaldo pessoalmente para saber de suas qualidades e seus defeitos. Mas aí é que está o X da questão. Ele é um ser humano com suas qualidades e seus defeitos. E convenhamos que assumir a paternidade está longe de ser um favor. É uma obrigação. Contudo, como vivemos em um país onde tudo é feito através de jeitinhos e maracutaias, quando temos um gesto que deveria ser o padrão, enxergamos um ato de nobreza.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Complexo


Recebi vários e.mails e ligações de amigos preocupados quando teve início a ocupação do Complexo do Alemão e da Vila Cruzeiro pelo polícia e pelas Forças Armadas. Como a maioria não deve saber, explico: Trabalho bem na entrada do Complexo do Alemão, a menos de um quilômetro da base montada para a invasão.
Alguns queriam saber como estava o clima, como foi a ação e o que eu acho que acontecerá daqui para a frente.
Vamos por partes. Nos dias da invasão, o clima estava bastante tenso e foi um pouco difícil o acesso à região. Passado toda a ação, filmada e repassada "espetacularmente" (Debord sendo cada vez mais comprovado) pela grande imprensa, o clima é de aparente tranquilidade atualmente. Todo o comércio, trânsito, escolas e demais atividades legais continuam seu curso normal.
Quanto à parte do que acontecerá daqui para a frente, fica difícil fazer um jogo de adivinhação. Em parte, estou otimista e acredito que a situação ficará bem melhor do que estava anteriormente. Contudo, uma dose de cautela deve ser empregada nesses casos. Operações policiais e ocupações pelo Estado já foram tentadas nesses mesmos locais e o que se viu não foi nenhuma melhora. Pelo contrário. Mas acredito que dessa vez a situação seja um pouco diferente. O clima entre os moradores do local é diferente. A colaboração em massa da população, seja através do Disque- denúncia, ou, até mesmo a receptividade dada aos policiais, é um indício de que podemos ter uma melhora efetiva.
Cabe aos governantes da vez, realizar todas as mudanças necessárias, para que um processo de pacificação seja muito mais do que ações cinematográficas transmitidas em tempo real pelas emissoras de TV.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

A cidade ideal

Chico Buarque deu voz aos animais através de uma história dos irmãos Grimm,para lutar contra a ditadura.

Os saltimbancos embalaram e foram referência da minha infância na década de 80.

Como diz a canção:"Todos juntos somos fortes.Não há nada pra temer!"

Seja unido a valores,família,amigos e a você mesmo.

Uma ótima semana a todos!


Todos Juntos

Chico Buarque

Uma gata, o que é que tem?
- As unhas
E a galinha, o que é que tem?
- O bico
Dito assim, parece até ridículo
Um bicinho se assanhar
E o jumento, o que é que tem?
- As patas
E o cachorro, o que é que tem?
- Os dentes
Ponha tudo junto e de repente
Vamos ver no que é que dá

Junte um bico com dez unhas
Quatro patas, trinta dentes
E o valente dos valentes
Ainda vai te respeitar

Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer
- ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer

Uma gata, o que é que é?
- Esperta
E o jumento, o que é que é?
- Paciente
Não é grande coisa realmente
Prum bichinho se assanhar
E o cachorro, o que é que é?
- Leal
E a galinha, o que é que é?
- Teimosa
Não parece mesmo grande coisa
Vamos ver no que é que dá

Esperteza, Paciência
Lealdade, Teimosia
E mais dia menos dia
A lei da selva vai mudar
Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer
- Ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer

E no entanto dizem que são tantos
Saltimbancos como nós

" Tem pouquinha diferença"

Macho e fêmea evoluiram de maneira diferente por causa das definidas tarefas atribuídas aos indivíduos de cada gênero, a fim de garantir a sobrevivência do grupo durante a evolução.

Os homens eram os caçadores e tinham que forçar a vista para as distâncias longas, em busca de presas, o que desenvolveu sua capacidade para distinguir de longe.

Mulheres, em sua condição de coletoras de frutos ou raízes, se adaptaram melhor à visualização de objetos ao alcance das mãos.

A subjetividade feminina faz com ela seja mais generosa, saiba dividir o fruto com as outras fêmeas. Em contraponto, o homem tem uma visão objetiva e algumas individualistas na hora da caça.

E o futebol?

Partindo da premissa que mulheres têm a visão de menor distância, em jogos femininos, a troca de passe é mais frequente e a jogada do gol, na maioria das vezes, acontece da troca de passes na entrada da grande àrea.


Os machos, por sua vez, usam e abusam da visão de caçadores. Um volante eficaz é capaz de fazer um lançamento do meio de campo (Concas e Raís da vida), porém, às vezes são um pouco egoístas.





E viva a evolução do sexos, pois nada melhor do aprimorarmos... e sempre, se é que me entendem.



Beijos!

Rouge Cerise

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Silverchair - Anthem For The Year 2000



Como os Argonautas podem perceber, andei um pouco sumido do Blog.
Tarefas que vão se acumulando durante o ano e cadê o tempo para fazer o que se mais gosta?

Bom, deixo uma dica de música que ando escutando nos últimos dias.

Pensem na letra da música...

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Instituto Helena Antipoff

Incentivar iniciativas que ajudam o próximo é sempre bacana. Dias desses, recebi um email com um pedido de uma amiga. Através de uma conhecida, essa amiga ficou sabendo do Instituto Helena Antipoff, uma organização e preparação das turmas de ensino especial.
Mesmo com todo o trabalho e resultados conquistados, o site do Instituto passa por dificuldades e pode ser descontinuado se não obtiver um determinado número de acessos.

Caso queiram conhecer melhor o trabalho do Instituto e de quebra ajudar o site a se manter no ar, clique aqui: www.ihainforma.wordpress.com


domingo, 17 de outubro de 2010

Um clip aos Domingos - Kings Of Leon

Poucas músicas atuais chamam a minha atenção. Com o atual nível, fico com os clássicos. Contudo, uma das poucas lançadas atualmente e que chamaram a minha atenção, é essa aí do clip.
Bom domingo!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Fone de ouvido e o isolamento



"Neutralizar o mundo pelo poder sonoro, fechar-se em si mesmo, flutuar e sentir no corpo o ritmo dos amplificadores. Hoje em dia o barulho e as vozes da vida se tornam parasitas, é preciso identificar-se com a música e esquecer a exterioridade do real. Já dá para ver isso: adeptos do jogging e do skate praticando os seus esportes com transmissores estereofônicos diretamente nos tímpanos, automóveis equipados com aparelhos de som com amplificadores que funcionam a 100 W, discotecas com amplificadores com 4.000W de potência, concertos pop nos quais o som atinge 14.000W; enfim, toda uma civilização que ultimamente vem fabricando, como dizia Le Monde, uma geração de surdos, jovens que já perderam 50% da sua capacidade auditiva. Surge uma nova indiferença ao mundo que já não acompanha nem mesmo o êxtase narcisístico da contemplação de si mesmo; hoje em dia Narciso se desoprime rodeado por amplificadores, com fones de ouvido, auto-suficiente em sua prótese de sons graves" (Gilles Lipovetsky)

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Conscientização Já!

"Depois da agitação política e cultural da década de 1960, que ainda poderia aparecer como investimento de massa da coisa pública, há uma desafeição generalizada que ostensivamente se expande no social, tendo como corolário o refluxo dos interesses para as preocupações puramente pessoais, e isso independentemente da crise econômica. A despolitização e a dessindicalização atingem proporções jamais vistas, a esperança revolucionária e a contestação estudantil desapareceram, a contracultura se esgota, raras são as causas ainda capazes de galvanizar as energias a longo prazo"

(Gilles Lipovetsky)

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Letrar






... Aprender a ler, a escrever, alfabetizar-se é, antes de mais nada, aprender a
ler o mundo, compreender o seu contexto, não numa manipulação mecânica
de palavras, mas numa relação dinâmica que vincula linguagem e realidade.

(Paulo Freire)


Levei minha sobrinha à Bienal do Livro.

Entre letras e contos fui levada à reflexão:

Toda a criança tem direito a alfabetização,contudo,nem todas vivenciam o direito de letramento.

O que vem a ser letramento?

Letrar significa inserir a criança no mundo letrado,trata-se de um uso social da leitura e da escrita.

Quantas crianças são alfabetizadas,entretanto,nao letradas?

Muitas mesmo em idade de alfabetização,não tem intimidade com livros,nem mesmo jornais ou revistas e outras linguagens culturais.

De quem é a responsabilidade?

Nossa,por ter a "obrigação" de inserir os nossos pequenos ao universo cultural.

domingo, 10 de outubro de 2010

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Feliz aniversário,Argônio




Amizades verdadeiras são como as cores.

Para reluzirem precisam estar junto as outras.

Hoje,dia 05 de outubro,a cor 'argônica' do querido amigo Leo Argonio celebra mais um ano de vida.

Desejo paz,felicidades e muitas realizações.

De maneira especial,agradeço por todo carinho e pela amizade,que se perpetue!

Abração e parabéns,amigo!

A cor do presente?

Metálica!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Acordem!

"Os jornais, as notícias, procedem por redundância, pelo fato de nos dizerem o que é "necessário" pensar, reter, esperar etc. A linguagem não é informativa nem comunicativa, não é comunicação de informação, mas - o que é bastante diferente - transmissão de palavras de ordem, seja de um enunciado a um outro, seja no interior de cada enunciado, uma vez que um enunciado realiza um ato e que o ato se realiza no enunciado."
(Deleuze & Guatarri)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Kindle x Ipad

E a briga entre os e-readers no mercado americano continua a todo vapor.
O vídeo abaixo foi produzido pela Amazon, que comercializa o Kindle. Como o Ipad entrou na briga do mercado, a gigante americana ficou na defensiva e com receio de perder fatia de mercado.
Na propaganda abaixo, uma das vantagens do Kindle é exaltada frente ao concorrente.

E você, caro Argonauta? Qual é o seu preferido?

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Cinema marginalizado


“Trata-se de uma diversão de párias, um passatempo para analfabetos, de pessoas miseráveis, aturdidas por seu trabalho e suas preocupações… um espetáculo que não requer nenhum esforço, que não pressupõe nenhuma implicação de ideias, não levanta nenhuma indagação, que não aborda seriamente qualquer problema, não ilumina paixão alguna, não desperta nenhuma luz no fundo dos corações, que não excita qualquer esperanza a não ser aquela, ridícula de, um dia, virar star em Los Angeles”


Frase dita por Duhamel a respeito do cinema, citado no texto de Walter Benjamin

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Internet, velocidades e custos

Dando uma pesquisada a respeito do quanto se paga pelo acesso à internet e pela média de velocidade, deparei-me com alguns dados que chegam a revoltar. A figura abaixo mostra o custo médio mensal e as velocidades pelo mundo afora.



Atente para o detalhe que o Brasil não entra nesse mapa.

Agora, pare para pensar e veja o quanto você paga pelo acesso. R$50 por 1M? 2M? Compare agora com o Japão. Os japoneses por um preço médio de R$0,27 por uma velocidade contratada de 66M. Agora você deve estar pensando: "Comparar com o Japão é covardia. Os caras são muito avançados tecnologicamente e coisa e tal." Tudo bem, vamos comparar com alguém mais compatível? Coréia do Sul? Os coreanos pagam, em média, R$0,45 por uma velocidade de 46 M.

Enquanto isso no Brasil tem operadora fazendo publicidade e se vangloriando de disponibilizar 1M por R$29, durante os 3 primeiros meses.

Clique aqui e veja o post do Blog Zoom digital.


sábado, 25 de setembro de 2010

Blogueando no Reinam Ribeiro


Que a internet mudou os processos comunicacionais e suas antigas lógicas, isso ninguém duvida. Vivemos hoje em dia em um estado de conectividade e interatividade jamais visto.

Emitimos nossas opiniões, interagimos, criticamos, questionamos e até fazemos eco nas grandes mídias (vide casos recentes de matérias divulgadas por revistas tradicionais e sendo "quebradas" pela blogosfera).
Mas você sabe que isso pode mudar?
Leia o post do amigo Reinam Ribeiro:
Ameaça a liberdade e ao desenvolvimento

“As novas tecnologias da informação não são simplesmente ferramentas a serem aplicadas, mas processos a serem desenvolvidos. Usuários e criadores podem tornar-se a mesma coisa. Dessa forma, os usuários podem assumir o controle da tecnologia como no caso da Internet… Pela primeira vez na história a mente humana é uma força direta de produção, não apenas um elemento no sistema produtivo“. (Manuel Castells – A Sociedade em Rede, 1999)

Controle, poder, e desenvolvimento. Com a Internet o controle tecnológico deixou de estar somente nas mãos dos grandes, agora os indivíduos podem expressar seus pensamentos, em blogs, redes sociais, sites, e interagir sobre suas opiniões, contribuindo para construção de idéias mais democráticas. Dessa forma o poder de impor e controlar das grandes instituições passa a estar distribuído mais justamente, pois uma comunidade unida tem mais força para exigir seus direitos, e propor mudanças que favoreçam a todos. Uma sociedade mais comunicativa, onde todos podem falar e são ouvidos, querendo os “grandes” ou não, tende a um maior desenvolvimento em diversos níveis. Sabotar o meio que revolucionou a forma de nos unirmos mais interativamente como sociedade, é colocar um freio no desenvolvimento social. É isso que o AI5 Digital está propondo...

clique aqui e leia o resto


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Escritores e previsões


Que a ficção científica abastece o imaginário e a criatividade dos cientistas, isso ninguém nega. Basta lermos um pouco de Júlio Verne e verificar que muitas das coisas inventadas após os seus livros, tomaram forma na mente do escritor.
E assim, acontece com muitos outros casos de livros e filmes que apontam para uma tendência e em seguida, a ciência materializa com eficiência e similaridade espantosas.
O vídeo de Isaac Asimov falando sobre um conceito de Sociedade de Informação é espantoso. O mesmo foi gravado no ano de 1988 e mostra com precisão muita das coisas que vemos hoje em dia.
Vale a pena conferir.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Internet Retrô


Vasculhando e navegando por aí, deparei com as imagens do site Retrofuturs, que retratam as novas tecnologias, mídias e redes sociais com uma roupagem retrô.
Muito boa e criativa a série de cartazes montados. Vale a pena clicar e conhecer todos em detalhes.

Clique aqui e veja a série de cartazes.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Prezi.com


Você trabalha montando apresentações e está cansado de usar sempre os mesmos recursos do Power Point ou afins? Cansou daquele formato "chapado" e tradicional? Pois seus problemas acabaram. Com o site Prezi.com as apresentações passaram a ganhar mais dinâmica e charme.
A chamada acima, ao estilo das Organizações Tabajaras serve para ilustrar a funcionalidade do site Prezi.com. Nele podemos fazer apresentações, disponibilizá-las a quem quiser vê-las ou restringir os acessos.
Prático e simples, conta com uma área de vídeos tutoriais que irão dar uma boa base para que possa montar novas apresentações com estilo.
Esse site é recomendado para os Argonautas!

Clique www.prezi.com

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Capitular...


meus olhos em um reflexo CAPITU.

"De um lado vem você com seu jeitinho
Hábil hábil, hábil.. e pronto!
Me conquista com seu dom

De outro esse seu site petulante
WWW ponto poderosa ponto com
"


O livro Dom Casmurro, de Machado de Assis, o maior escritor brasileiro, foi publicado em 1900 e relata em flasbacks o romance de Bentinho e Capitu.
Betinho, um ex-seminarista se casa com Capitu e seu melhor amigo Escobar casa-se com Sancha.
Contudo, Escobar falece e, no enterro, Bentinho julga estranha a comoção de Capitu diante do corpo.
A dúvida permeia em toda a narrativa: Adultério?
Diante da crise, os dois se separam. Capitu viaja para a Europa e o filho do casal, Ezequiel, a cada dia se torna semelhante fisicamente a Escobar.
Capitu morre. O filho,já moço, retorna para o Brasil e Bentinho certifica-se desta tal semelhança.
Cada vez mais fechado em suas dúvidas e crises, passa a escrever da sua vida e, começa a ser chamado de Dom Casmurro.

A dúvida que fica é se houve ou não adultério por parte de Capitu, mas aqui venho analisar Bentinho.

A bela ninfa, como Bentinho a chama no primeiro beijo, com seus olhos de ressaca "soube ser muito mais mulher do que Bentinho homem".
O silêncio frente às acusações do marido a trouxe muito mais grandeza do que culpa.

Se os olhos de ressaca são de um amor e dissimulação ou apenas características físicas, esta pequena escriba não sabe.

Apenas afirmo que Capitu, a “cigana oblíqua e dissimulada”, mesmo personagem é a dona do romance.







É esse o seu modo de ser ambiguo
Sábio, sábio
E todo encanto, canto, canto
Raposa e sereia da terra e do mar
Na tela e no ar
Você é virtualmente amada amante
Você real é ainda mais tocante
Não há quem não se encante

Um método de agir que é tão astuto
Com jeitinho alcança tudo, tudo, tudo
É só se entregar, é só te seguir, é capitular

Capitu



(Capitu
Zélia Duncan/
Composição: (Luiz Tatit) )



O jornal impresso está acabando?


E o Jornal do Brasil impresso acabou. Para quem não conhece o JB, ele foi um dos jornais impressos mais tradicionais do Rio de Janeiro. Tradição e respeito foram marcas conseguidas durante anos de circulação. Contudo, nos últimos tempos, o jornal sofria com problemas financeiros. Mal das pernas, foi sofrendo sucessivos cortes de profissionais, remodelações, passou a tablóide, até que anunciou o seu fim.
Agora está disponível apenas na internet. Seria esse um indiício do que pode ocorrer com a maioria dos jornais impressos? Ou apenas um caso isolado?

sábado, 18 de setembro de 2010

Mais sobre impresso x digital


O mercado de livros digitais parece que entra em franca ascensão. Depois da gigante Amazon anunciar que a venda dos livros para suportes digitais terem superado a venda dos livros impressos, a guerra pelo lançamento de e-readers e tablets esquenta cada vez mais.
Aqui no Brasil, os preços dos dispositivos ainda estão um pouco proibitivos e parece que dessa maneira ainda freia a disseminação da venda dos digitais. Contudo, a Positivo já coloca no mercado o seu leitor e mais algumas outras empresas afirmam que ainda este ano lançarão equipamentos com custo mais acessível aos brasileiros.
O Natal desse ano promete ser o verdadeiro teste para estes dispositivos.
A leitura digital apresenta algumas vantagens e que já vem convertendo até mesmo os mais ferrenhos admiradores e defensores dos livros impressos. A capacidade de armazenamento (com apenas um dispositivo eletrônico, de poucos gramas, você carrega centenas de livros), o apelo ambiental (imagine quantas árvores não serão poupadas) e até mesmo a facilidade de marcar trechos, utilizar dicionários, disponibilizar conteúdos em redes sociais e muitos outros recursos fazem com que seja inevitável a substituição de um formato por outro.
Muitas pessoas alegam que novas mídias surgiram, sem exatamente substituir as outras. Foi o caso da TV com cinema e com o rádio, do jornal impresso, da revista e por aí vai. Contudo, as mídias anteriores sofreram mudanças e atualizações. No caso do livro, o que ocorreria seria a pura substituição de uma tecnologia pela outra.
E você, caro Argonauta, acredita na substituição do livro impresso pelo digital?

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Tecnaholics II


Dando continuidade ao post de ontem, encontrei um post interessante e que retrata bem essa questão da dependência cega da tecnologia.

O blog Pavablog trás um post interessante e que mostra, com toques de humor, o que acontece com os viciados em tecnologia.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Tecnaholics


O excesso de tecnologia causa algum dano aos usuários mais pesados? Essa questão é uma das principais em diversas discussões sobre as consequências do uso incessante da tecnologia.
Passamos muitas vezes muitas horas por dia conectados. E.mails sendo checados periodicamente, notícias em profusão, redes sociais e blogs. A busca pela atualização e pela informação causa certo desconforto, em alguns casos.
O fato é que o excesso de qualquer coisa acaba por trazer consequências desagradáveis a quem se submete. Mas, parece que o uso indiscriminado da tecnologia pode causar mudança nas estruturas cerebrais. O modo como pensamos e raciocinamos estão se alterando. A navegação alucinada na internet começa a ser sentida pelos "tecnaholics". A dificuldade de apreender informação e de concentração é um dos sintomas.
Tente viver sem o celular por um dia ou sem checar o e.mail durante um final de semana. Caso você nem cogite essa hipótese, parece que você já foi picado pela tecnologia e talvez esteja na hora de rever esses conceitos.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

'O Enigma Hitler' [Book Trailer]

Os Argonautas de plantão já devem ter percebido o quanto gosto de literatura e de tecnologia. Sempre procuro me atualizar sobre isso e quando me deparo com algo que junte os dois, sempre paro para analisar um pouco melhor.

Como estudo o YouTube por algum tempo (clique aqui para saber mais), estou atento aos diversos modos de utilização do site. Além das reproduções de programas tradicionais, paródias e cenas do cotidiano, a utilização para a divulgação e propaganda ganha certo destaque.

Recebi por mala direta o e.mail do lançamento do livro O Enigma Hitler, do jornalista Tomi Farias. O book trailer é simples, porém chamativo. Fiquei com vontade de ler o livro, apenas por essa iniciativa.
Com o avanço das possibilidades da web 2.0, fica cada vez mais fácil e viável quebrar certas barreiras que antes eram colocadas pelas grandes editoras, gravadoras e afins.




terça-feira, 14 de setembro de 2010

Educar...


ANA CAROLINA SAKURÁ

O cenário pedagógico discute sobre a proibição da palmada como forma de garantir os direitos da criança.

Enquanto isso, parentes choram o sepultamento do corpo de Wesley Gilbert Rodrigues de Andrade (11 anos), morto por uma bala perdida na escola CIEP, no Rio de Janeiro.



Será que garantir a integridade moral e educacional de uma criança se resume a pedagógica palmada?

O que é a educação neste país?

Como uma criança irá querer progredir, sendo que muitas vezes não sabe se voltará da escola em virtude da violência.

Alunos choram a morte do colega carioca e políticos sorriem ao anunciar a eleição das melhores escolas eleitas pelo Enem.

O vencedor, segundo os resultados do Enem 2009, é o Colégio Vértice (Mensalidade de R$2.700,00), de São Paulo, e o pior desempenho foi o da Escola Estadual Indígena Dom Pedro I, em Santo Antônio do Içá, no Amazonas.

"Cumpri meu dever, que foi matricular meu filho, mas o Estado não fez a parte dele, que era garantir a segurança pra ele" (pai de Wesley via @reporterdecrime)

A culpa é da palmada?

Reflexões e mudanças urgentes!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A cidade ideal

Chico Buarque deu voz aos animais através de uma história dos irmãos Grimm,para lutar contra a ditadura.

Os saltimbancos embalaram e foram referência da minha infância na década de 80.

Como diz a canção:"Todos juntos somos fortes.Não há nada pra temer!"

Seja unido a valores,família,amigos e a você mesmo.

Uma ótima semana a todos!


Todos Juntos

Chico Buarque

Uma gata, o que é que tem?
- As unhas
E a galinha, o que é que tem?
- O bico
Dito assim, parece até ridículo
Um bicinho se assanhar
E o jumento, o que é que tem?
- As patas
E o cachorro, o que é que tem?
- Os dentes
Ponha tudo junto e de repente
Vamos ver no que é que dá

Junte um bico com dez unhas
Quatro patas, trinta dentes
E o valente dos valentes
Ainda vai te respeitar

Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer
- ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer

Uma gata, o que é que é?
- Esperta
E o jumento, o que é que é?
- Paciente
Não é grande coisa realmente
Prum bichinho se assanhar
E o cachorro, o que é que é?
- Leal
E a galinha, o que é que é?
- Teimosa
Não parece mesmo grande coisa
Vamos ver no que é que dá

Esperteza, Paciência
Lealdade, Teimosia
E mais dia menos dia
A lei da selva vai mudar
Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer
- Ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer

E no entanto dizem que são tantos
Saltimbancos como nós